Já ouviu falar da Rota das Emoções? Ela existe e é no Brasil! Contemplando 3 estados em uma só viagem, nela você irá conhecer os Lençóis Maranhenses (MA), o Delta do Parnaíba (PI e MA) e Jericoacoara (CE). Programando direitinho você ainda conhecerá as capitais, São Luís no Maranhão e Fortaleza no Ceará. Nada mal, hein?

Mas por que este roteiro ficou conhecido por este nome? A Rota das Emoções surgiu em decorrência de um projeto criado pelo Ministério do Turismo, Sebrae e por empreendedores da área do turismo. A criação teve como objetivo proporcionar ao visitante conhecer as belezas únicas e lugares relativamente pouco explorados desses três estados. Ou seja, é passar pelos estados do Maranhão, Piauí e Ceará, viver cada lugar como ele se apresenta e se entregar totalmente à natureza, aos encantos dos animais e de seus ecossistemas. E se prepare, por que apesar desses três lugares estarem na mesma rota as paisagem, os animais e os ecossistemas são totalmente diferentes entre si, o que deixa a viagem ainda mais espetacular.

MAPA da ROTA DAS EMOÇÕES 300x225 - Como é a Rota das Emoções: Maranhão, Piauí e Ceará.
Com esse mapa podemos ter um pouquinho da noção do que a Rota proporciona a todos que se aventuram nela. Mapa da Rota das Emoções. Crédito da arte: Sebrae Rota das Emoções – Divulgação.

Um pouco mais sobre como é a Rota das Emoções

Na primeira etapa, o visitante conhecerá os Lençóis Maranhenses, tomar banho nas lagoas, praias, rios e ter contato direto com a natureza.

No Delta, é possível fazer passeio de lancha voadora, safári noturno para observação da vida silvestre, ver a revoada dos Guarás. Além disso tem o passeio no mangue, na Baía do Feijão Bravo, conhecer o maior cajueiro do mundo e fazer flutuação no rio para observar cavalos-marinhos.

Já no Ceará a sugestão é conhecer as famosas pedras de Chaval, andar de caiaque em Camocim, se refrescar em Tatajuba e enfim chegar à famosa e bela praia de Jericoacora. De lá conhecer a vila e seus encantos, passear na praia da Pedra Furada e do Frade. Dessa praia a dica é chegar até o farol e o Serrote (que estão dentro do parque nacional). Outro destaque é visitar a árvore da preguiça e desfrutar da belíssima paisagem e de suas mornas águas da Lagoa do Paraíso. 

O Maranhão

A viagem, na Rota das Emoções, começa chegando em São Luís do Maranhão, que é a porta de entrada da aventura dos Lençóis Maranhenses. Estando lá vale muito a pena conhecer a orla da cidade e o Centro Histórico. Pois, além da sua beleza, é possível conhecer um pouco da história do estado e do Brasil. Esse passeio pode ser feito ficando um dia em São Luís, aproveitando a noite e planejando para seguir rumo aos Lençóis Maranhenses no dia seguinte bem cedo.

Com deslocamento de meio período de São Luis até Barreirinhas, a viagem é realizada em aproximadamente 4 horas, percorrendo 260 km.

Barreirinhas 

A cidade de Barreirinhas é a porta de entrada dos Lençóis Maranhenses na Rota das Emoções. E apesar de ser uma cidade pequena do interior do Maranhão é muito bonita. As ruas, casas, comércio e a região do Porto são atraentes de dia e principalmente à noite, que é quando as pessoas retornam dos passeios e saem para jantar.

Como o deslocamento até Barreirinhas é realizado em meio período, ao chegar, o visitante pode aproveitar o resto do dia para conhecer os Grandes Lençóis.

Nesse passeio o visitante irá passar por diversas lagoas, dentre elas a Lagoa Azul, dos Peixes, da Preguiça, da Esmeralda, da Paz e do Guia. Aqui vale uma ressalva em relação ao deslocamento e caminhada pelas dunas e lagoas. Apesar de ser uma região próxima da cidade requer cuidados de segurança e o apoio e acompanhamento de um guia é fundamental para que seu passeio seja tranquilo e prazeroso.

Nas lagoas de águas límpidas e transparentes a sugestão é aproveitar e se refrescar em um bom banho. No retorno, o dia já está se despedindo e uma parada no alto das dunas é o ponto ápice do dia, observando e contemplando o belíssimo pôr do sol.

rio preguiças copy 1 300x175 - Como é a Rota das Emoções: Maranhão, Piauí e Ceará.
Rio Preguiças,Barreirinhas-Maranhão.

O Rio Preguiças

No dia seguinte a sugestão é conhecer os pequenos lençóis que estão ao longo do Rio Preguiças. A navegação no rio é feita em lancha voadora. No passeio pelo rio é impossível não observar a fauna e a flora. O Buriti, a Jussara (conhecido em outros lugares como açaí), a carnaúba, são as palmeiras mais importantes e bastante abundantes na região.

 

Cópia de barreirinhas atins 1 copy 300x199 - Como é a Rota das Emoções: Maranhão, Piauí e Ceará.
Macaco Prego em Vassouras,Barreirinhas-Maranhão.

Vassouras

Navegando pelo Rio Preguiças, a primeira parada é em Vassouras. De um lado as lagoas dos pequenos lençóis e de outro o Rio Preguiça, por onde é realizada a chegada. Vassouras recebe seus visitantes e encanta por ser um local calmo, de fácil acesso e com ilustres moradores. Lá você encontrará uma comunidade de macacos pregos, que vivem há muito tempo na região. Uma diversão garantida é alimentá-los com bananas vendidas no próprio local. Além disso você poderá almoçar e beber uma água de coco bem gelada, item essencial para refrescar do intenso calor, bem como banha-se nas águas do rio e das lagoas.

Caburé

Seguindo a navegação pelo Rio Preguiças, a próxima parada é em Caburé. Aqui, você pode escolher entre o banho no rio ou na praia.  A dica é almoçar em Caburé, pois enquanto o prato é preparado você pode esperar aproveitando o banho no mar. O local ainda oferece o aluguel de quadriciclos para aqueles que querem mais um pouco de atividade. Ao voltar da praia, o almoço estará pronto e uma boa opção é degustar uma moqueca de peixe com camarões e ovos cozidos, pirão, arroz branco e para beber suco de bacuri. Depois do almoço se você ainda tem um pouco de tempo é recomendado uma pausa nos redários do restaurante.

barreirinhas atins copy 300x198 - Como é a Rota das Emoções: Maranhão, Piauí e Ceará.
Farol Preguiças ou Farol de Mandacaru, Barreirinhas-Maranhão.

Mandacaru

Saindo de Caburé, a penúltima parada é em Mandacaru. Um pequeno povoado onde moram pescadores. Lá o visitante poderá ter uma das vistas mais espetaculares da região subindo o Farol Preguiças. Com 32 metros de altura e subindo 160 degraus pode-se ter uma vista de 360º de toda a região. Vê-se o encontro do Rio Preguiças com o mar em Caburé, e é possível também avistar Atins. Ao caminhar pela vila uma ótima opção é aproveitar e tomar um sorvete de Buriti ou Bacuri, frutos típicos. De lá a última parada do dia é em Atins.

Em Atins, por ser um povoado onde as ruas são de areias, a chegada e os deslocamentos na cidade é feito em quadriciclos, veículo 4×4 ou a pé, o que torna um lugar bastante exótico e acolhedor. É conhecida também por ser um local para praticar kitesurf, onde o vento ajuda muito os esportista que vão em busca de emoções.

É de Atins que pode-se contemplar um dos mais belos pôr do sol da região, bem como o local é ponto de saída para o famoso trekking dos Lençóis Maranhenses. Sobre o trekking falaremos em outro post, mas recomendamos este vídeo.

No Delta do Parnaíba

5 copy 300x170 - Como é a Rota das Emoções: Maranhão, Piauí e Ceará.
Delta do Parnaíba ou Delta das Américas.

A Rota das Emoções inclui também o Delta do Parnaíba e estar lá é sentir-se livre e em paz. Dois dias são suficientes para fazer os principais passeios da região. A dica no Delta é ficar hospedado na Ilha das Canárias. Uma área de proteção ambiental, localizada no extremo leste do Maranhão, bem na divisa com o Piauí. O lugar é considerado o único Delta em mar aberto no território brasileiro. Composto por aproximadamente 80 ilhas, possui uma grande diversidade de fauna e flora. Para chegar lá o trajeto é realizado metade por estrada, saindo de Barreirinhas até Tutóia, e de lá até o Delta é realizado de barco pela Costa do Sol.

Barreirinhas está a 89,7 km de Tutóia e em duas horas e meia é feito o trajeto. Em Tutóia, pega-se uma da lancha voadora até a Ilha das Canárias em um passeio/deslocamento de aproximadamente duas horas. Nesse dia a dica é combinar o passeio da Revoada dos Guarás e o Safari Noturno, pois eles estão no caminho que será percorrido para se chegar na Ilha das Canárias.

guaras copy 300x199 - Como é a Rota das Emoções: Maranhão, Piauí e Ceará.
Revoada dos Guarás, Delta do Parnaíba.

Revoada dos Guarás  

Seguindo pelo rio chega-se ao local para apreciar o fenômeno conhecido como à Revoada dos Guarás. Próximo ao pôr do sol os Guarás começam a chegar em grande quantidade. Eles saem pela manhã em busca de alimentos e retornam antes do anoitecer para dormirem seguros. A pequena ilha do Rio Parnaíba é habitada somente pelos guarás. Por volta das 17:30 os guarás começam a chegar deixando a árvore existente na ilha completamente vermelha, cor da sua penugem. Ficar até o início da noite observando os movimentos realizado pelos Guarás é algo encantador. Alguns grupos de pássaros param antes em pequenas ilhas de areia e depois seguem para a árvore onde pousam e passam a noite. Outros seguem direto para a árvore, e assim cada ave vai buscando seu espaço ou seu pedacinho de galho. Sem dúvida uma das coisas mais bonitas que se pode ter a oportunidade de vivenciar.

Safári Noturno

Dali segue-se pelo rio Parnaíba para o Safari Noturno. O guia, bastante experiente, é capaz de avistar cobras, jacarés, pássaros e iguanas no escuro somente com o auxílio de uma lanterna para confirmar a presença do animal. Vale ressaltar que em passeios como esse o visitante tem a oportunidade de sentir a natureza em sua completude e para isso o respeito e o cuidado com os animais são sempre importantes. Depois da aventura, a navegação continua até chegar na Pousada Casa de Caboclo, na Ilha das Canárias no Delta do Parnaíba.

Cópia 3 de praia do feijao copy 300x174 - Como é a Rota das Emoções: Maranhão, Piauí e Ceará.
Praia da Baía do feijão Bravo.

Baía do Feijão Bravo

No dia seguinte, com a vista encantadora da Ilha das Canárias, é hora de conhecer a Baía do Feijão Bravo e a ilha dos Poldros. Nesse passeio o visitante poderá ver como se pega caranguejo com as mãos, e para os mais corajosos, poderão até tentar pegar um. Já na ilha dos Poldros a pausa para um banho é mais que uma obrigação. Os dois locais podem ser apreciados em um turno, ficando o outro turno para chegar em Parnaíba, conhecer o centro histórico e seguir para Barra Grande que está a 71 Km.

Cavalo Marinho

Em Barra grande, mais um ponto para a prática de kitesurf, é realizado o passeio do Cavalo Marinho. Com saídas pela manhã e pela tarde, a depender da tábua de marés, esse passeio é daqueles vários em um. Isso porque o deslocamento da pousada até a margem do rio é realizado de charrete. Quando se chega no rio o primeiro trecho faz-se navegando e depois flutuando nos chamados fraldões. O colete salva-vidas é colocado como se fosse uma fralda e você segue flutuando até chegar no local onde o guia pega o cavalo marinho para que os visitantes possam ver. Depois o cavalo marinho é devolvido para seu ambiente. Com duração de 2 horas de passeio, na volta pega-se a mesma charrete para retornar até a pousada, num trajeto pela praia.

Ao sair de Barra Grande a dica é ir até a cidade Cajueiro da Praia para conhecer o cajueiro rei, considerado o maior cajueiro do mundo crescido de uma única semente.

No Ceará

Captura de Tela 2017 01 02 às 18.32.45 copy 300x173 - Como é a Rota das Emoções: Maranhão, Piauí e Ceará.
Imagem aérea da Vila de Jericoacoara.

Nesse percurso, saindo de Barra Grande, a primeira cidade a conhecer é Chaval. A dica é fazer a trilha das Oliveiras onde pode-se ver várias pinturas rupestres. Do alto das pedras a visão é lindíssima, pois pode-se avistar toda a cidade. Já no centro, a visita ao Santuário de Nossa Senhora de Lurdes, construído em uma grande pedra, é uma ótima opção. Chaval é daquelas cidades pequenas do interior que possuem um charme todo especial e uma arquitetura somente sua.

 

Praias do Ceará

De Chaval, após 53 km chega-se ao próximo destino que é Camocim. A pequena orla de Camocim tem uma vista incrível da Ilha do Amor, local que dispensa qualquer elogio.

O rio Coreaú é uma boa pedida para a prática do standup padlle, caiaque e kitesurf, recomendando-se apenas cuidado tendo em vista que não é tranquilo para banho.

O Ceará é conhecido por ter praias de águas cristalinas e mornas, bem como suas paisagens únicas fazem da costa cearense umas das mais belas do Brasil. As praias de Caraúbas, de Maceió e da Tatajuba valem muito uma parada e visita. Além das belezas naturais, na culinária a grande oferta de peixes e frutos do mar são um convite imperdível na hora de um bom almoço.

land rio copy 300x199 - Como é a Rota das Emoções: Maranhão, Piauí e Ceará.
Balsa o Rio Guriú, Jericoacoara.

Jericoacoara

Para chegar em Jericoacoara, última parada da Rota das Emoções, nesse roteiro, é preciso atravessar de Balsa o Rio Guriú. Porém quem for direto de Fortaleza, atualmente é possível contar com vôos diretos.

Chegar em Jericoacoara é um passeio à parte. Atravessar o rio através de balsa, passar por mangue e ver belas praias paradisíacas e desertas realmente já vale a pena estar ali.  Aproveitar as águas cristalinas das praias ou ver a mais famosa duna, a do Pôr do Sol, enquanto o sol se despede é mais um dos espetáculos da natureza.

Em Jeri, a sugestão é passear pela vila no final da tarde e início da noite, pois durante o dia o visitante irá preferir as praias, deixando para noite a vila. Não deixe de passar pelo Club Ventos, na praça central, na sorveteria Gelato e Grano com sua variada opção de sabores, nas lojas dos becos e do centrinho, na famosa Loja Mundo Jeri de crochê e claro nas ótimas opções de restaurantes.

Durante o dia as opções de passeios são inúmeras. Chegar na árvore da Preguiça,  aproveitando as paisagens em um gostoso passeio de Buggy é uma ótima dica. Depois sair caminhando pela praia da Pedra do Frade e Pedra Furada, subir para o Farol e Serrote. Do Serrote se tem a visão não só das Pedras do Frade e Furada, mas também de toda a Vila de Jericoacoara.

Captura de Tela 2017 01 02 às 18.36.23 copy 300x179 - Como é a Rota das Emoções: Maranhão, Piauí e Ceará.
Lagoa do Paraíso, Jericoacoara.

Lagoa do Paraíso

Outro lugar que também não pode faltar no seu pacote de viagens quando estiver na Rota das Emoções é a Lagoa do Paraíso. Como o próprio nome já diz é realmente um paraíso. Além da beleza o visitante pode contar com estrutura de restaurante, loja de souvenir e toda infraestrutura necessária ao seu bem estar.

Lá prepare-se para ficar um tempo a mais, pois as águas transparentes da lagoa e a areia branquinha, parecido com o Caribe, vão fazer com que você queira ficar mais tempo. Para chegar até a Lagoa do Paraíso o deslocamento-passeio é feito de Buggy, porém de lá para a praia do Preá é recomendado trocar de veículo e seguir de 4×4 até a praia.

Preá

Já estando na praia do Preá, uma ótima opção de pousada é a Rancho do Peixe. De frente para o mar, a pousada também é ponto de encontro dos kitesurfista, sendo ali mais um lugar de encontro para os amantes do esporte. A praia do Preá é o ponto final da aventura na Rota das Emoções nesse pacote. Essa praia é uma atração a parte onde se pode ficar uns dias descansando, recuperando as energias e revivendo as sensações dos últimos dias.

Tudo isso é a Rota das Emoções. É ter a oportunidade de conhecer um pouquinho do Maranhão, Piauí e do Ceará e ficar encantado com tudo que existe nessas regiões. Agora que já sabe como é a Rota das Emoções, tente organizar seu roteiro contemplando os principais passeios e certamente ficará encantado com tudo que viverá.

Pacotes de Viagem para Delta do Parnaíba