Lugares apaixonantes, história, hábitos e tradições milenares, paisagens diversas, gastronomia exótica baseada no arroz e na fusão de temperos e iguarias, coloridos mercados de rua, espiritualidade de sobra, e um povo pra lá de hospitaleiro que estampa sua alegria em cada sorriso e gesto de receptividade.

A grande península na fronteira entre Índia e China, no sudeste asiático, é conhecida como Indochina e apresenta uma fantástica possibilidade de viagem multicultural entre Laos, Camboja e Vietnã, países que reúnem simultaneamente caos e serenidade.

Todos eles guardam um triste histórico de guerra no passado, mas hoje oferecem hotéis de primeira linha, SPA´S que merecem uma longa visita, construções e templos grandiosos e um enorme fascínio que só o oriente ainda é capaz de provocar.

A terra é extremamente fértil e irrigada pelo lendário Rio Mekong, o maior e mais importante da região; e, individualmente, cada um desses países revela suas magias e surpresas, como a bela Baía de Halong, no Vietnã, as cachoeiras e passeios de elefante no Laos ou o surpreendente sítio arqueológico de Angkor no Camboja.

Sugestão Venturas – Finalize esta viagem de forte expressão cultural em uma das remotas praias da região. Lugares como a baía de Ninh Van, no Vietnã, ou Krabey Island no Camboja, abrigam os aclamados hotéis Six Senses em meio a deslumbrantes e exclusivas paisagens.

Camboja – O reino arqueológico

Ele é muito menos disputado do que seus vizinhos, mas tem uma história de arrepiar.

Depois de descer até o inferno entre os anos de 1975 e 1979, quando esteve sob o controle do Khmer Vermelho, que liderado pelo tirano Pol Pot tratou de dizimar quase metade de sua população, o Camboja em constante reconstrução merece a visita: tem uma oferta de paisagens naturais estonteantes – como as tranquilas praias pouco difundidas para um mundo que só tem olhos para o mar da Tailândia – e tem sua joia mais preciosa no sítio arqueológico de Angkor.

Este verdadeiro deleite arquitetônico foi a maior cidade pré-industrial do mundo com aproximadamente um milhão de habitantes entre os séculos IX e XV e mantém hoje mais de mil templos conservados e espalhados em meio à floresta, incluindo o maior monumento religioso já construído, o Angkor Wat, que estampa a bandeira nacional e integra a lista da UNESCO de Patrimônios da Humanidade.

Tudo isso no quintal da pequena e vibrante Siem Reap, onde se saboreia uma aromática gastronomia, o agito toma conta da vida noturna e o povo não economiza em sorrisos.

Pacotes de viagem para o Camboja

Laos – O tesouro da região

Preservado por sua localização sem saída para o mar e hoje livre de guerras, o Laos é um encantador oásis em meio ao frenesi dos demais países do sudeste asiático.

Suas terras e seu povo preservam muito de sua cultura e proporcionam experiências genuínas aos viajantes, como a participação no ritual de oferenda aos monges que ocorre diariamente ao nascer do sol em Luang Prabang.

Pacata, com habitantes acolhedores, templos budistas, galerias de arte, cafés e bistrôs que sobreviveram à influência francesa, a cidade transborda um charme inusitado.

Passeios de barco pelo imponente Mekong, revitalizantes banhos nas quedas de águas turquesa de Kuangsi Falls, caminhadas pelos mercados locais.

Tudo sem pressa. Luang Prabang é assim, para ser explorada com calma, num ritmo lento para um aproveitamento máximo.

Pacotes de viagem para o Laos

Vietnã – A Terra do dragão

Os típicos chapéus em forma de cone ganharam o país para além das incontáveis plantações de arroz.

Tornaramse sua marca registrada e estão por toda parte: nos vendedores de rua, nos chefs dos restaurantes e nas cabeças dos turistas encantados com esta terra cheia de magia e de paisagens deslumbrantes.

Apesar das feridas da guerra com os Estados Unidos, os vietnamitas são receptivos e sorridentes e mal perecem se lembrar deste passado recente.

Na capital Ho Chi Minh é possível visitar o Delta do Mekong, cenário das batalhas mais sangrentas, e o sistema de túneis de Cu Chi, utilizados para surpreender os americanos durante os combates.

Mas engana-se quem pensa numa cidade destruída. A antiga Saigon é hoje cosmopolita e moderna.

Hanói, palco de ruas barulhentas e tomadas pelo transito caótico das milhares de motos em meio a quase nenhum semáforo, tem na gastronomia o seu grande destaque.

Tours a pé levam o viajante a deliciosas degustações dos aromáticos e temperados pratos típicos.

É também ponto de partida para a belíssima Halong Bay, ou “baía onde desceu o dragão”.

Reza à lenda que o animal mitológico correu para se esconder nas águas e sua cauda afundou na terra, criando vales alagados entre montanhas que emergiram a superfície.

Ali o clima desacelera e a natureza aparece em todo o seu esplendor nas mais de 3 mil ilhas de calcário que brotam do idílico mar verde esmeralda.

Pacotes de viagem para o Vietnã