Como é a logística para travessia dos Lençóis ? Você sabia que existe um sentido mais apropriado para se fazer esta travessia? Que tipo de calçado usar? Dá para  fazer sem guia? Tem algum horário mais adequado?

As dicas deste vídeo são obrigatórias para todo mundo que pretende fazer a travessia do Parque nacional dos lençóis Maranhenses em uma jornada de 3 dias caminhando. E é importante ficar atento aos próximos vídeos, pois eles irão detalhar cada um dos 3 dias deste belíssimo trekking.

Jota Marincek,  fundador da Venturas Viagens apresenta os principais destinos de natureza no programa “Conta Tudo”. Este é o novo episódio do programa  que trás dicas semanais sobre turismo de Natureza e vivências culturais. 

Inscreva-se em nosso canal Youtube  para ter acesso a vídeo-dicas como este semanalmente. Já foram publicados as séries sobre a Chapada Diamantina (veja playlist aqui) , Jericoacoara (aqui) e Delta do Paranaíba (aqui). Vale lembrar que existe um roteiro chamado “Rota das Emoções” que contempla Jeri, Delta e os Lençóis Maranhenses.

Melhor logística para travessia dos Lençóis Maranhenses

“Olá sou Jota Marincek contando tudo sobre a logística para o trekking da travessia dos Lençóis Maranhenses.

Essa travessia deve ser feita no sentido Atins – Santo Amaro. Por que quem faz no sentido oposto enfrenta vento de frente. Portanto, caminhar no sentido Santo Amaro – Atins, significa ter que subir altas dunas para depois descer suavemente no sentido contrário ao vento.

Não deixe de contratar um guia que possa te dar segurança. Trata-se de uma região muito vasta e é muito fácil se perder no meio daquele deserto. Uma dica importante no planejamento desse trekking é contratar um veículo 4×4 para fazer um deslocamento de 20km pela praia até a foz do rio Negro, onde eu recomendo que você comece a caminhada, pois caso contrário, esse primeiro dia será muito cansativo e pode comprometer o aproveitamento do seu passeio. Também é importante você pensar na possibilidade de contratar carregadores para te ajudar com a bagagem.

Outra dica importante, diz respeito ao calçado. Muita gente fica preocupada com a temperatura da areia, mas na verdade o vento constante, faz com que a areia não fique tão quente. Então você pode conseguir andar até mesmo descalço. Para muitas pessoas, andar de meia é a melhor forma de fazer essa travessia ou mesmo uma chinelo “Havaianas”, que você leva junto com as suas meias e pode ir alternando no decorrer dos dias.

Outra dica importante é ficar atento as fases da lua, cada fase oferece uma beleza diferente. Uma última dica é se programar para caminhar muito cedo. Pois dessa forma você escapa do sol a pino e pode aproveitar melhor a sua viagem.

É isso aí, Venturas Viagens contando tudo sobre a melhor logística para o trekking da travessia dos Lençóis Maranhenses.”

Pacotes de viagem para o Lençóis Maranheses

Agradecimento especial ao Lucas e a Camila Jasper pela dedicação e empenho na produção desta série!

Produção de vídeo: Cine Travel

Produção executiva: Camila Jasper

Direção e edição: Lucas Jasper

Animação de mapas: Luis Alberto Miranda