Viajar ao Myanmar é dar um verdadeiro mergulho na história. Maior país do sudeste asiático, conhecido até 1989 como Birmânia, o país é dominado desde o início do séc. XX por um rígido regime militar que manteve o seu povo isolado e fechado para o mundo até 2011, quando iniciou uma lenta abertura ao turismo.

Ainda hoje é o segredo mais bem guardado desta parte do globo e presenteia o visitante com natureza e experiências ímpares, como as pagodas e templos milenares construídos pelo povo budista, receptivo e simples, que até hoje acorda com procissões diárias onde centenas de monges caminham recebendo oferendas.

Outra visão marcante do país vem do povo Intha, que habita o Inle lake. Eles desenvolveram uma técnica única de remar com os pés, que acabou se tornando uma das mais belas cenas já fotografadas pelo homem.

Já para a arquitetura o destaque é a cidade de Bagan, que abriga um impressionante sítio arqueológico com mais de 3 mil Pagodas.

Mas está em Yangon, a maior cidade de Myanmar, um dos mais impressionantes templos construídos pelo homem em homenagem a Buda: o Shwedagon Pagoda, um conjunto de construções milenares, cobertas em ouro, com estupas que chegam a 100 metros de altura e diamantes incrustrados que chegam a ter 76 quilates.

Sugestão Venturas – Inclua um voo de balão em sua viagem. Disponível de outubro a março, o voo é realizado no nascer do sol sobre as mais de 3 mil pagodas milenares da cidade, oferecendo uma das mais incríveis e emocionantes visões do planeta!

Pacotes de viagem para Myanmar