Se você é daquelas pessoas que adoram viajar para lugares exóticos, ir para a Mongólia proporcionará a você experiências realmente inesquecíveis. Dona de um cenário exuberante, capaz de emocionar qualquer viajante, a Mongólia também fascina pelo seu povo e riquezas culturais.

Com templos budistas, uma imperdível gastronomia local, tradição nômade e mais animais que pessoas vivendo no país, a antiga terra do lendário Genghis Khan guarda muitas e agradáveis surpresas.

Quer saber o que tem de melhor por lá? Então continue lendo este post e confira 4 motivos para visitar a Mongólia!

Templo budista de Gandan

Sua singular experiência em solo mongol começará na idílica Ulaanbaatar, capital da Mongólia, onde foi erguido o templo de Gandan. Além de ser um dos locais mais sagrados para o povo mongol, o templo abriga uma imponente imagem de Buda de 23 metros de altura.

Com arquitetura tibetana, o templo possui grandes rolos de oração com inscrições de mantras. Cerca de 400 monges já viveram nesse monastério, que transmite uma serenidade difícil de ser descrita nessas poucas palavras.

Só o templo Gandan já vale a visita, mas a Mongólia tem muito mais a oferecer!

Comida típica, chá e vodca

Presente em cada canto da região, a cultura da Mongólia também exala por meio de chás e aromas da comida local. Não deixe de experimentar o khuushuur, um tipo de pastel recheado com carne e alguns condimentos. Outra alternativa são os buuz, “trouxinhas” com recheio de carneiro.

Um detalhe interessante é que os pratos costumam ser acompanhados com vodca ou chá. Mesmo que você não curta essas bebidas, vale a pena sentir a harmonização que elas proporcionam.

Secular festival de Naadam

Caso você esteja na Mongólia durante o verão local — melhor época para visitar o país —, não perca o festival de Naadam, feriado em comemoração ao império de Genghis Khan.

Além de apresentações artísticas envolvendo danças e cantos, o festival, realizado desde o século 13, também valoriza as tradições esportivas, como provas com arco e flecha. Vale dizer que as apresentações de música são feitas com instrumentos musicais bem característicos.

Entre uma tenda e outra, prove as rosquinhas e os cubos de queijo, fartamente oferecidos. Também é tradição servirem um leite de égua. A bebida é amarga e bem desagradável, mas jamais pense em recusá-la.

Sinal de fartura, esse leite deve ser oferecido e recebido com ambas as mãos em sinal de respeito e gratidão. A bebida é tão importante para os mongóis que ela também faz parte das refeições diárias. 

Muitos animais: outra razão para ir para a Mongólia

Um dos traços mais marcantes da Mongólia é a imensa quantidade de animais, como yaks, ovelhas e camelos. No país, pouco menos de 3 milhões de pessoas convivem com cerca de 26 milhões de animais. Incrível, não?

Uma das principais razões dessa proporção é a elevada valorização dos animais, verdadeiros símbolos de prosperidade no país. Um exemplo prático é a constante troca de animais por carros.

Não fosse a presença de um guia — companhia indispensável —, você percorreria longas distâncias sem contato com nenhum representante do hospitaleiro povo local. E por mais tentadoras que sejam, aventuras solitárias pelo território mongol não são uma boa ideia.

Você conferiu 4 motivos para ir para a Mongólia, mas esse país tem muitos outros atrativos. Não estranhe se depois da primeira visita bater aquela tristeza no momento de ir embora. Isso serve como incentivo para reencontrar a Mongólia várias outras vezes!

Pacotes de viagem para Mongólia

Gostou das nossas dicas e quer ficar por dentro das nossas atualizações sobre turismo de aventura, destinos exóticos e dicas de viagem? Então, siga a nossa página no Facebook!