Se você adora viajar e gosta muito de aventura, tem todo o perfil de um praticante do montanhismo, uma atividade que trabalha corpo e mente, em um misto de exercício físico, experiências sensoriais e emocionais que atraem mais adeptos a cada dia.

Mas apesar do que pode parecer, você não precisa ser um triatleta para completar bons trajetos nas montanhas, e nem mesmo precisa necessariamente passar noites em barracas, pois dá para curtir a aventura com bastante conforto e praticidade. Entenda melhor o que é e como praticar o montanhismo sem perrengue, aproveitando ao máximo cada experiência:

O que é montanhismo

Surgido na Europa, na região da cordilheiras dos Alpes, o montanhismo basicamente descreve a prática de subir montanhas até atingir o seu topo, para isso utilizando trilhas e técnicas de caminhada e/ ou escalada. O montanhismo também envolve toda uma filosofia em torno da atividade, que simboliza a superação e a conquista de grandes desafios na vida de cada um.

É muito comum que haja uma certa confusão entre o montanhismo e a escalada. Em uma explicação simplificada, o montanhismo é bem acessível a quem ousar praticar, já que não é necessário dominar técnicas específicas e nem ter um preparo físico tão bom quanto quem pretende escalar grandes montanhas. Já o termo alpinismo, deriva da cadeia de montanhas dos Alpes e é comummente usado para designar quem pratica montanhismo.

Uma prática esportiva para todos

Uma das maiores vantagens do montanhismo é a sua variedade de opções e níveis de dificuldade oferecidos aos praticantes no Brasil. Desde trilhas e rotas fáceis até desafios como o Pico da Neblina, que levam até 10 dias para ser completados em condições climática muito adversas, há desafios para todos.

Recomendamos que você não se aventure sem estar minimamente saudável e com alguma atividade física regular. Conte sempre com profissionais habilitados para orientá-lo e dar o suporte necessário, principalmente nas primeiras visitas ao lado de cima das montanhas. Pesquise antes as características de cada local e não seja pego de surpresa.

Montanhismo, uma opção de aventura turística

Acima das nuvens no Monte Roraima
Vista do topo do Monte Roraima. Foto: Demerson Sabino

Encarar uma montanha não precisa necessariamente ser um perrengue

em termos turísticos. Dá para aproveitar a sua aventura e curtir sem se preocupar com a logística!

O Monte Roraima, por exemplo, é um dos pontos mais conhecidos do mundo pela sua exuberância e formato peculiar, localizado na fronteira entre o Brasil, Venezuela e Guiana. É possível conhecer o Monte em pacotes turísticos com roteiros especiais e toda estrutura de equipamentos e carregadores, em várias épocas do ano.

Travessia do Vale do Pati no Parque Nacional da Chapada Diamantina
Travessia do Vale do Pati na Chapada Diamantina, Bahia.

Outro destino especialmente recomendado para quem não abre mão de um conforto mínimo, é a travessia do Vale do Pati com as subidas do Morro do Castelo e a visita ao Cachoeirão. Cânions e montanhas de vários níveis de dificuldade podem ser visitados mas com pernoites sempre em camas nas casas de famílias nativas que recebem o viajante e fornecem uma deliciosa comida caseira feita em fogão a lenha!.

Nesses (e outros) destinos, você pode conhecer o montanhismo de verdade e contar com a estrutura e todo o suporte necessário para que sua viagem seja a melhor possível.

Quer conhecer mais locais para o montanhismo e outras dicas sobre aventura turística? Assine a nossa newsletter e receba as últimas novidade diretamente no seu e-mail. 

Fique pronto para botar o pé na estrada!

Pacotes de viagem para a Chapada Diamantina
Pacotes de viagem para o Monte Roraima