O Vietnã não costuma ser primeira opção de quem planeja viajar ao Sudeste Asiático. Porém, não se engane: há muito o que ver nesse país de extenso litoral e passado imperial. Praias paradisíacas, templos milenares, culinária de primeira e povo hospitaleiro aguardam quem escolhe fazer turismo no Vietnã.

Assim, não há nada de estranho se você estiver pensando em ir para lá. Inclusive, selecionamos algumas informações para ajudá-lo a planejar o roteiro. Acompanhe:

Como chegar?

Existem voos do Brasil para as principais cidades vietnamitas, porém é comum os viajantes aproveitarem as passagens mais baratas para a Tailândia e, dali, voarem para alguma cidade do Vietnã.

É preciso obter visto de entrada, mas é só preencher um formulário na internet, pagar uma taxa e receber, via e-mail, a carta de pré-aprovação, que deverá ser apresentada no momento do desembarque para efetivação do visto. Se preferir, uma boa agência de turismo providenciará a documentação para você. Antes de viajar, lembre-se também de consultar um médico e tomar as vacinas recomendadas, em geral, Hepatite A e Febre Tifoide.

Escolher a melhor época época para visitar o Vietnã é complicado, em virtude de sua grande extensão, o clima muda bastante de uma região para outra. Considerando períodos menos chuvosos: no montanhoso Norte, de janeiro a março é um bom período, enquanto que, na região central, de fevereiro a junho temos a melhor época de visitação. No Sul, o período indicado também é entre janeiro e março, mas com temperaturas mais elevadas.

Como visitar?

A melhor maneira de se conhecer o Vietnã é seguindo de uma ponta a outra — ou seja, de Norte a Sul ou vice-versa. Você pode desembarcar na capital, Hanói, e descer até Ho Chi Minh ou fazer o sentido inverso. Um roteiro completo demanda tempo, o que condicionará a escolha do transporte.

O meio mais rápido, naturalmente, é o aéreo, e as principais cidades possuem aeroportos, o que facilita o deslocamento. Usar a malha ferroviária também é uma alternativa para quem tem um pouco mais de tempo. Por fim, há uma boa oferta de ônibus ligando os destinos turísticos. O menos indicado é alugar um carro, em razão do trânsito caótico do país.

O que conhecer?

Não são poucos os atrativos, o ideal seria dispor de ao menos 20 dias para conhecer tudo — especialmente saborear as possibilidades da culinária vietnamita, com destaque para o Pho, um cozido de macarrão com carne que é símbolo do país.

De qualquer forma, estes lugares não podem faltar no seu roteiro:

Hanói

Ponto de partida ou chegada de qualquer roteiro que se preze, a capital preserva traços de seu passado colonial. Antigo domínio francês, após a 2ª Guerra Mundial o Vietnã obteve a independência e se dividiu em dois: o Norte, comunista, o Sul, pró-Ocidente. Os EUA intervieram na região e iniciaram a Guerra do Vietnã, que terminou com a tomada de Saigon (hoje Ho Chi Minh) pelos comunistas e a unificação do país.

Além do estilo colonial da capital, é possível visitar maravilhas arquitetônicas como o templo Tran Quoc, localizado às margens de West Lake, uma das principais atrações de Hanói.

Outro passeio imperdível é o cruzeiro pela baía de Ha Long, patrimônio mundial da Unesco e provavelmente a paisagem mais marcante do Vietnã. Se dispuser de mais tempo, dê uma esticada até Sapa, nas montanhas.

Hoi An

Cidade das lanternas, Hoi An é o principal destino da região central do país. Seu centro histórico é protegido pela Unesco e remete ao seu passado cosmopolita, quando foi um dos portos mais importantes da Ásia. Atualmente, é apreciada pelo clima romântico e pela fama de seus alfaiates.

Próximo a Hoi An temos Hué, com sua cidade imperial, e Da Lat, de arquitetura francesa. Aproveite ainda para visitar o famoso balneário de Nha Trang.

Ho Chi Minh

O que mais chama a atenção nessa cidade é seu trânsito maluco, dominado pelas motocicletas. Porém, é uma cidade acolhedora e marcada pelas lembranças da guerra (visite o museu dedicado à guerra e os túneis usados pelos vietcongues). Não esqueça de planejar um passeio pelo Delta do Mekong e conhecer suas comunidades tradicionais.

Pacotes de viagem para o Vietnã

Curtiu a ideia de fazer turismo no Vietnã? Se ainda não ficou convencido, este post vai mostrar o porquê de embarcar nessa aventura. Confira!