Atualizado: 10/02/18 – O Parque Estadual do Jalapão se destaca cada vez mais como um destino para quem está buscando cachoeiras deslumbrantes, piscinas naturais, dunas e paisagens de cair o queixo! Muitas pessoas querem conhecer o destino, mas afinal, como ir ao Jalapão ?

Devido a sua recente inserção nas rotas turísticas dos viajantes brasileiros, chegar até o local não é tão simples, pois a região ainda não tem uma vasta estrutura de transporte.

Pensando nisso, preparamos este post detalhado que mostra como ir ao Jalapão. Vamos lá?  

Como ir ao Jalapão Pôr do Sol Serra do espirito santo e1518280426640 - Como ir ao Jalapão? Tire aqui suas dúvidas!

Onde fica o Jalapão?

 

O Parque Estadual do Jalapão fica localizado na região leste do estado do Tocantins, a cerca de 300 km da capital Palmas — principal porta de entrada para quem deseja visitar as belezas do parque.

Por conta de sua grande extensão, o Jalapão abrange uma série de municípios: Novo Acordo, Ponte Alta do Tocantins, Lagoa do Tocantins, Santa Tereza do Tocantins, Lizarda, São Félix do Tocantins e Mateiros.

Todas as atrações do parque estão espalhadas por esses municípios, mas a maioria dos atrativos concentra-se em Mateiros — principal cidade da região — tais como a Cachoeira do Formiga, Fervedouros e a comunidade do Mumbuca, entre outras.

Mapa - Como ir ao Jalapão
Legenda – O Asfalto chega até Ponte Alta do Tocantins ou até Novo Acordo mais ao norte.

Quais são os caminhos até o Jalapão?

Depois de desembarcar em Palmas, capital do Tocantins, existe duas possibilidades de rotas para adentrar ao Jalapão.

Ponte Alta

São aproximadamente 200 km de asfalto até Ponte Alta do Tocantins, que já se localiza no interior do parque do Jalapão. A partir daí, todas as estradas são de terra ou areia, então a locomoção só é possível por meio de veículos 4×4. São mais 100km de terra até a cidade de Mateiros e no percurso existe um desvio para quem vai à Cachoeira da Velha. 

Novo Acordo

Esta é a entrada mais ao norte e fica localizada a 115 km de Palmas, também por estradas asfaltadas. A partir daqui é necessário um 4 x 4 para seguir pelas estradas de terra. O percurso passa pela Serra do Gorgulho, Morro Catedral e são Felix do Tocantins antes de chegar em mateiros. No caminho, existem muitos passeios que podem ser feitos.

Como ir ao Jalapão
As estradas do Jalapão exigem disposição e veículos 4 x 4!

Quais são as dificuldades de acesso e circulação?

Como acabamos de apresentar, os passeios no Jalapão envolvem grandes deslocamentos por estradas de terra e areia. Desse modo, o transporte adequado é fundamental para viabilizar a viagem.

Além disso, a densidade populacional das cidades que compõem o Parque Estadual do Jalapão é baixíssima, o que implica em horas de direção sem ver absolutamente ninguém pelo caminho.

Por conta desses fatores e também pela ausência de sinal de internet ou telefone, não é indicado realizar essa viagem sem o acompanhamento de um guia ou de uma empresa especializada, já que as estradas não possuem muitas placas de sinalização e grande parte das atrações é difícil de ser acessada.

Como ir ao Jalapão?

Você já deve ter percebido que o acesso ao Parque Estadual do Jalapão é um tanto trabalhoso, não é mesmo? Mas calma! Tudo isso pode ser amenizado com um bom planejamento prévio.

A seguir, confira as melhores maneiras de se organizar e viajar pela região:

Ir em veículos 4×4

Se você possui um carro traçado e possui experiência em viagens deste tipo, pode começar sua viagem entrando por Ponte Alta e saindo por Novo Acordo (ou vice – versa). 

Se você não dispõe de um veículo off-road, também é possível alugar um 4×4 para realizar a viagem.  O mais indicado é que o aluguel seja feito em Palmas e com antecedência, já que a oferta desse transporte na cidade não é muito grande De toda forma, é necessário um bom planejamento para combustível e alimentação em caso de quebra na estrada. 

Se não quiser encarar a possibilidade de um certo perrengue, é altamente recomendável que contrate um agência acostumada com a região e que possua os veículos apropriados. 

Para quem topar o desafio, há diversos roteiros que podem ser feitos, tal como o “Volta ao parque do Jalapão com trilhas e rafting”, roteiro de 7 ou 8 dias lançado em fevereiro 2018 pela empresa Venturas Viagens. O itinerário apresenta novos atrativos como a trilha do Formiga, Canion Encantado, pôr do sol no topo do Morro Catedral e atividades como Rafting de um dia visitando a famosa Cachoeira da Velha pela margem oposta do rio Novo, de onde se tem as melhores vistas e aproveitamento da cachoeira. Outra excelente opção para quem dispôe de menos tempo ou não quer tantas atividades é o roteiro já consagrado e “redondinho” chamado  “360°”, que a exemplo do Volta ao Parque também faz o percurso circular no Jalapão só que em 6 dias e passa pelos principais atrativos da região.

Hospedar-se em glamping

Uma boa alternativa de hospedagem na região são os chamados glampings, um tipo de acomodação que vem crescendo no Brasil.

A palavra deriva da junção entre “glamour” e “camping”. Consiste em hospedagens que oferecem conforto e infraestrutura, sem abrir mão da conexão com o meio ambiente e, principalmente, sem causar danos ambientes.

Dessa maneira, mesmo no meio do mato, é possível usufruir de regalias como banhos quentes, camas confortáveis, geradores para carregar equipamentos eletrônicos, refeições completas preparadas por um bom chef de cozinha, entre outros.

Esta é a alternativa que o safári Korubo, um dos pioneiros no Jalapão, oferece. Inspirada nos safáris africanos, o Korubo proporciona ao viajante uma experiência ímpar de contato com a natureza.

Ecoturismo no Jalapão - Korubo

Realizar trekking

Para quem gosta de aventuras e, principalmente, de caminhar, também é possível realizar trekking pela região. Isso porque o Parque do Jalapão conta com diversas trilhas — muitas delas com acesso a cachoeiras maravilhosas de águas cristalinas.

Esta é a grande novidade na região para 2018. Serão oferecidas poucas saídas de um roteiro que mescla caminhadas por lugares belíssimos, banhos de rios e cachoeiras e interação com as pequenas comunidades da região. A novidade está sendo lançada pela empresa Venturas Viagens que promete soltar as datas e roteiros detalhados até o carnaval.

Atualizado (10/02/18): Conforme previsto, no último dia 06/02/18 a empresa trouxe esta nova opção de roteiro, “Expedição de Rafting e Trekking no Jalapão”. Uma proposta para os viajantes mais aventureiros, que não abrem mão de ter uma interação mais profunda com a natureza do Jalapão e estão dispostos a pernoites acampados em regiões mais isoladas.

Serão apenas duas datas de saída para 2018 e o roteiro de 8 dias apresenta paisagens e locais ainda pouco conhecidos. O destaque fica para uma interação bem próxima com a comunidade do interior do Jalapão em 4 dias de trekking percorrendo aproximadamente 60 km e 2 dias de rafting no Rio Novo, percorrendo mais 35 km.  

Os interessados devem se planejar com antecedência para as saídas nas luas cheias de abril (28/04) e de Julho (21/07), pois serão poucas vagas disponíveis para quem quiser um roteiro assim.

Como ir ao Jalapão fazendo Rafting e Trekking
Os acampamentos na beira do “Expedição Rafting no Jalapão” e nas duas datas anuais do roteiro “Expedição de Rafting e Trekking”..

Expedição Jalapão

Este roteiro foi lançado em 2000 e também foi pioneiro na região. Voltado para um público mais aventureiro, combina os passeios clássicos da região com 2 dias de rafting pelo Rio Novo – único rafting comercial do mundo que é feito em um rio de águas potáveis!

Depois de dois anos suspenso, este roteiro retorna em 2018 com algumas adaptações, para percorrer os principais atrativos do Jalapão em 6 dias, coroando o participante com dois dias 

A logística é muito bem pensada e envolve caminhões 4×4 e caminhonetes traçadas para circular pela região, guias especializados, alimentação, comunicação de emergência via satélite e  acampamento na beira do Rio Novo.

Como ir ao Jalapão?
Rafting no Rio Novo – Ao fundo a parte mais bonita e reservada da Cachoeira da Velha, um privilégio apenas para quem faz rafting.

Assim, se você está procurando um contato mais íntimo com a natureza, paz e distância dos barulhos da cidade — sem abrir mão do conforto e da segurança —, considere uma ida ao Jalapão!

O que você está esperando para começar a programar sua viagem? Agora que já sabe como ir ao Jalapão, guarde as nossas dicas e pegue a estrada o quanto antes para conhecer esse lugar deslumbrante situado no coração do Brasil.

Gostou do nosso texto? Quer ficar por dentro de outros conteúdos como este? Então assine a nossa newsletter e receba direto na sua caixa de entrada. Tem muita coisa boa para você conferir!