Diversas lagoas cristalinas de água doce com areais brancas e fofas. Praias desertas e imensas dunas com até 40 metros de altura que compõem paisagens de tirar o fôlego. Esses são os componentes de um cenário incrível e um dos destinos mais lindos do país, conhecido como o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.

Nenhuma paisagem dos Lençóis Maranhenses pode ser comparada a qualquer outro lugar do mundo, e é difícil descrever tanta beleza ao longo dos seus 165 mil hectares de área.

Apenas quem visita o local conseguem ter noção do tamanho e da imponência dessa unidade de conservação e, claro, se apaixona imediatamente por seus encantos.

Neste artigo, veremos as principais atrações desse destino fantástico e que tem deslumbrado turistas de todo o mundo com sua beleza, e daremos dicas para que você possa planejar e conhecer esse local incrível nas próximas férias!

Lençóis Maranhenses

1. Como chegar aos Lençóis Maranhenses

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses foi oficialmente criado em 1981, e é considerado o maior parque de dunas do país. Está localizado a cerca de 250 km da capital, São Luís, na parte nordeste do Estado do Maranhão, e se estende ao longo de diversos municípios, como Barreirinhas, Primeira Cruz e Santo Amaro do Maranhão.

O aeroporto mais próximo ao local é o Marechal Hugo da Cunha Machado, conhecido como Aeroporto do Tirirical, e fica situado no Estado de São Luís.

Para conhecer os Lençóis Maranhenses, é necessário ir até a cidade de Barreirinhas, considerada a porta de entrada para a atração. Esse pequeno município é rodeado de águas escuras, que desaguam do rio Preguiças.

Para a realização dos passeios, como todas as estradas são feitas de areia, proveniente das dunas, a grande maioria dos percursos é realizada em automóveis 4×4, como os jipes, que são especializados para trafegar no local.

Optar por um desses veículos pode ser uma boa opção, pois carros particulares não costumam ser aceitos dentro do parque, e apenas os que forem autorizados pela administração têm a permissão de entrar na reserva.

Para facilitar a locomoção dos turistas, existem ainda muitas agências que realizam excursões pelo parque com preços especiais. Conseguir um desses pacotes pode ser uma boa alternativa para a viagem, pois, durante a visitação, é indispensável que os locais sejam percorridos com a presença de guias autorizados e credenciados.

2. Melhor época para conhecer os Lençóis Maranhenses

O Estado do Maranhão conta com climas específicos e que variam no decorrer do ano. A estação que vai de junho até janeiro normalmente é seca, enquanto o período de janeiro a abril é bastante chuvoso. Além disso, essa época possui grande índice de precipitação pluviométrica, o que faz com que as lagoas se encham.

O ideal é visitar os Lençóis Maranhenses no período entre junho e o início de setembro, quando é possível encontrar as lagoas com grande volume de água, o que torna o lugar ainda mais belo.

Essa situação muda durante os meses de outubro até meados de dezembro, quando o volume de água é baixo, e as lagoas ficam praticamente secas com o passar dos dias, transformando a paisagem em um grande deserto. Contudo, esse fato não tira a beleza do lugar, que é incrível o ano todo.

3. Passeios imperdíveis

Os Lençóis Maranhenses contam com uma infinidade de passeios e de opções feitas para agradar a todos os tipos de turistas, desde os mais tranquilos, que buscam relaxamento, até os mais aventureiros e dispostos a aventuras mais radicais.

Vamos listar, a seguir, os principais e mais famosos destinos turísticos do local:

Lagoas Azul e Bonita

O Circuito da Lagoa Azul está situado no município de Barreirinhas e é composto por uma grande piscina que conta com cores em tons variados de azul. É possível chegar ao local de barco ou então com veículos do tipo 4×4, que tenham tração em todas as rodas.

Tão bonito quanto a Lagoa Azul é o Circuito Lagoa Bonita. Para percorrê-lo, é preciso escalar uma duna com cerca 40 metros de altura. No entanto, todo o esforço vale a pena quando o visitante se depara com a bela vista e as águas claras.

Lagoas de Santo Amaro

A cada ano a configuração das dunas e das lagoas mudam e seus nomes também. No entanto, uma característica comum das lagoas de Santo Amaro é que ao contrarios das lagoas de Barreirinhas, algumas delas possuem água durante o ano todo. Rodeadas por uma vegetação característica de restinga (depósito arenoso próximo à costa), elas atraem turistas todos os meses, principalmente no período de seca.

Praias

Além das dunas e lagoas, a região conta com praias próximas, como a praia do Caburé e a praia de Atins, Barra do Tatu, Moitas, Morro do Boi, entre outras.

Gastronomia

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses possui diversas opções de restaurantes com cardápios variados, que vão desde a comida típica local até opções da culinária japonesa e frutos do mar.

Os pratos mais famosos da região são os bolinhos de macaxeira recheados, peixada de pescada e moqueca, além de pizzas ao forno.

Uma das inúmeras lagoas do Parque Nacional dos lençóis Maranhenses

4. Passe ao menos uma noite em Atins

Barreirinhas é a principal cidade da região dos Lençóis maranhenses, mas não é a única. Tem também Santo Amaro e Atins. Localizada na foz do rio preguiças, possui ruas de areia e fica praticamente dentro do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. 

Aos poucos a infra estrutura hoteleira vai melhorando e o local já conta com algumas boas pousadas. Vale a pena programar ao menos uma noite para poder conhecer a praia e as lagoas do entorno. Atins também é muito procurada pelos praticantes de kite surf devido aos ventos que sopram em seu litoral. 

5. Travessia do Parque dos Lençóis Maranhenses a pé

Foto clicada durante a Travessia dos Lençóis Maranhenses
Travessia Lençóis Maranhenses.

Quem curte natureza e gosta de caminhadas, não pode perder a oportunidade de realizar esta travessia. São 3 dias cruzando os lençóis entre Atins e Santo Amaro.

Os pernoites são em redes nas duas pequenas comunidades de pescadores que ficam no percurso. É fundamental apoio de no mínimo um guia para não se perder na imensidão de areia. Existem detalhes importantes como a orientação da caminhada de acordo com a direção do vento que são fundamentais. É recomendado a contratação de um pacote, pois isso facilitará toda a logística de bagagem, alimentação e transporte. 

6. Roteiro Rota das Emoções

Rota das Emoções é uma verdadeira atração turística e consiste em uma viagem pelo Nordeste do país, passando por cerca de 15 municípios. O roteiro percorre as principais belezas do Ceará, Piauí e Maranhão. Durante o passeio, são visitados alguns destinos famosos, como o Parque Nacional de Jericoacoara, a Área de Proteção Ambiental do Delta do Parnaíba e o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.

Existem diversas opções de rotas, contudo, o mais comum é iniciar o roteiro pelo Maranhão ou pelo Ceará.

Jericoacoara 

O Parque Nacional de Jericoacara, situado no Ceará, é uma pequena vila de pescadores rodeada de belezas e simplicidade. É um lugar muito famoso e frequentado por quem prefere esportes, como surf, kitesurf e windsurf.

Delta do Parnaíba

Situado no Estado do Piauí, é composto pela foz do famoso Rio Parnaíba e faz fronteira com o Estado do Maranhão. Ele conta com ilhas fluviais, dunas e mangues, que proporcionam uma paisagem belíssima e um destino muito procurado.

O Nordeste brasileiro é uma região de beleza ímpar e que guarda muitos encantos. Além dos Lençóis Maranhenses, os locais próximos também são muito procurados por turistas que buscam contemplar belos horizontes e paisagens encantadoras. E, para que toda essa experiência seja ainda mais incrível, é importante contar com a ajuda de uma boa agência de turismo, que ofereça os melhores passeios e os transportes adequados.

Você quer conhecer mais o Nordeste? Então, saiba mais sobre a Rota das Emoções e planeje o seu próximo destino de férias!