Atualizado em 11/02/2018 – Já pensou em passar suas férias em um local extraordinário e com natureza pura por todos os lados? Ver montanhas cobertas de neve, esquiar, visitar inúmeros lagos e apreciar a culinária e cultura locais… Pois saiba que tanto a Patagônia Chilena como a Argentina podem ser ótimas opções para uma viagem mais curta, de uma semana, com ou sem os filhos.

Conhecida como uma terra de natureza selvagem, a parte mais austral da América do Sul tem suas singularidades. Os numerosos glaciares e montanhas que parecem sem fim. Animais raros, como guanacos, pumas e outras espécies que habitam o local. Nas águas, pinguins, elefantes-marinhos e até mesmo baleias podem ser vistos a todo instante.

A Patagônia é definitivamente um lugar para se desconectar e esquecer do mundo. E as experiências no local são inesquecíveis! Mas para qual ir? O território é grande e divide – se em lado Argentino e Chileno, parte norte e parte sul. É um destino para visitar mais de uma vez e o ideal seria fazer uma viagem mais longa para conhecer logo os dois lados, mas nem todos podem ficar tanto tempo viajando. Entenda algumas peculiaridades de cada uma.

Patagônia Argentina

Patagônia Argentina

Ushuaia, bem de frente pro canal de Beagle
Ushuaia, bem de frente pro canal de Beagle

A parte argentina é composta por Neuquén, Chubut, Santa Cruz, Río Negro e Terra do Fogo. Os locais mais visitados pelos turistas são El Calafate e Ushuaia que ficam na parte sul.

Como chegar?

Os aeroportos de Ushuaia e de El Calafate são de fácil acesso, e a Aerolíneas Argentinas oferece uma boa malha aérea para a região.

Passeios

Os principais atrativos em Ushuaia? Navegação pelo canal de Beagle com avistamento de pinguins e leões marinhos, pista de esqui no inverno e o Parque Nacional do Fim do Mundo 

El Calafate e Ushuaia têm uma bela infraestrutura, com hotéis de luxo, restaurantes premiados e passeios incríveis. Já pensou em fazer um safári náutico? Ou passar a manhã fazendo trilhas entre montanhas, lagos, rios e vales? A variada geografia do local permite ao viajante fazer diversos tipos de passeios.

El Calafate, tem como principal atração o Parque Nacional Los Glaciares e o glaciar Perito Moreno. A cidade cresceu bastante de uns anos para cá, mas continua com uma sensação bucólica de cidade de interior.

El Calafate é uma cidade com inúmeros atrativos pros turistas. A avenida principal está repleta de lojas, cafés, restaurantes, chocolaterias e bares ideais para tomar um bom vinho ou experimentar as diversas cervejas artesanais e locais. Experimente também o prato típico da cidade: o Cordeiro Patagônico, acompanhado de papas fritas.

Para quem busca um contato mais intenso com a natureza exuberante da região, recomenda se esticar a viagem até El Chaltén. Localizada bem próxima ao Parque Nacional Los Glaciares, pode se fazer varias trilhas dentro do Parque usando se a pequena cidade como base. 

Já na parte norte e estende desde Bariloche até Puerto Madryn que é a porta de entrada para a Península de Valdés e o destaque fica para a observação da vida selvagem com possibilidades de ver baleias, golfinhos, leões marinhos, focas e claro: Pinguins!

Patagônia Chilena

Patagônia Chilena

A Patagônia Chilena é tão impactante quanto a Argentina. Seu território se estende desde Purto Mont, próximo aos lagos andinos e a região de Aysen mais ao norte, até Punta Arenas ao sul. As cidades mais procuradas da Patagônia Chilena são são Punta Arenas e Puerto Natales.

Geografia

A Patagônia Chilena possui uma área com cerca de 240 mil quilômetros quadrados de superfície. É muito pouco habitada, se comparada com o lado Argentino, pelo fato de ser um território inóspito e isolado.

O local é muito famoso pela grande quantidade de águas cristalinas de cor verde e terreno bem arborizado. A vegetação predominante é o estepe. 

A principal atração da região foi eleita como a oitava maravilha do mundo, em uma votação popular no site Virtual Tourist: o Parque Nacional de Torres del Paine.

Como chegar

Os aeroportos mais próximos de Torres Del Paine são os de El Calafate (Argentina) e de Punta Arenas (Chile). 

Passeios

Considerado um dos três mais belos Parques de todo o planeta, ele abriga o maciço del Pane, com as famosas três torres de quase 3 mil metros de altura. Ele também é conhecido por ser um dos lugares mais incríveis para o trekking no Chile. Onde acontece o famoso trekking W.

Os numerosos glaciares e montanhas que parecem não ter fim dão um toque especial à paisagem do lugar. Aliados a isso, animais raros, como guanacos, pumas e outras espécies habitam as terras do local.

Nas águas, pinguins, elefantes-marinhos, focas e até mesmo baleias podem ser vistos a todo instante. O local tem uma diversidade de fauna muito rica. Ele é o berço de variadas espécies que estão adaptadas às adversas condições climáticas e de temperatura.

Já pensou em fazer uma espécie safári náutico? Ou passar a manhã fazendo trilhas entre montanhas, lagos, rios e vales? A variada geografia do local permite ao viajante fazer diversos tipos de passeios.

Mas não se preocupe! Mesmo que a intenção não seja uma viagem de aventura, trilhas e acampamentos, a Patagônia Chilena tem muito a oferecer. Por lá, você pode ter experiências incríveis, como explorar os parques, fazer passeios contemplativos, navegações por glaciares, avistamento de baleias, pinguins, aves e muitas outras atividades ligadas à natureza

Hospedagem em hotéis ou Navio

Você pode optar por se hospedar em hotéis com boa infraestrutura. Os estabelecimentos mais bem equipados e luxuosos ficam dentro ou no entorno do Parque Nacional, como o incrível Tierra Patagônia ou o Explora Patagônia. Boas opções na relação custo x benefício são o hotel Las Torres ou o Lago Grey.

Além disso, o Cruzeiro Australis, em funcionamento há quase uma década, oferece a rota Punta Arenas (Chile) – Ushuaia (Argentina). Uma vivência incrível, sem dúvidas!

Para quem busca uma experiência diferente, mas não quer perder o conforto, a nossa indicação é o Ecocamp. Trata-se de um acampamento que conta com “barracas” de alto luxo, calafetadas e equipadas com lareira e banheiro privativo, e que oferecem um belo céu estrelado durante a noite.

Glaciar na Patagônia

Geleiras da Patagônia Chilena e Argentina podem ser vistas de perto com todo o conforto dos cruzeiros Australis, que fazem a rota entre Punta Arenas no Chile e Ushuaia na Argentina. Preços promocionais no começo da temporada (setembro) e no final (abril).

Qual escolher: Patagônia Chilena ou Argentina?

Certamente, você precisa visitar os dois lados da Patagônia: o lugar é ideal para se desconectar e esquecer o mundo. E as experiências no local são inesquecíveis! Cada um tem seus encantos e belezas.

O lado Chileno

O lado chileno é  uma ótima opção para os visitantes que gostam de passar por experiências únicas, com muita vivencias em meio a natureza e paisagens de tirar o fôlego. Além disso, o passeio foge dos tradicionais roteiros turísticos “obrigatórios”.

Essa região é mais famosa por ser cercada de glamour. Devido à maior procura e boa estrutura, o preço da hospedagem pode ser mais elevado se a opção for pelos melhores hotéis.

Existem várias opções de hotéis, como o Explora, Tierra, Awasi, Remota e até mesmo o Eco Camp, que oferecem muito luxo e conforto.

O lado Argentino

Já o lado argentino é possibilita que você conjugue a região de El Chalten com El Calafate e ainda pode estender até Ushuaia se tiver mais alguns dias. As pousadas e hotéis oferecem conforto e excelente infraestrutura, independente do tipo de viagem que é feita — sozinho, lua de mel ou com a família.

O lado argentino conta com hotéis mais simples, mas também com opções de alto nível como  o Eolo. Merece destaque o fato de que na região mais próxima da entrada do Parque Los Glaciares está localizada El Chalten, onde há uma variedade de hospedagens, — porém, são mais simples.

Patagônia Chilena ou Argentina são ótimas opções para uma viagem. Seja ela mais curta (com apenas alguns dias) ou até de várias semanas, com ou sem os filhos, em lua de mel, etc. O fato é que esse destino é indicado para todos os públicos.

Mas se você puder, vale a pena fazer uma viagem mais longa para conhecer logo os dois lados. Se não for possível ficar tanto tempo viajando,  já pode programar outras visitas! Esse destino merece ser visitado mais de uma vez, devido ao seu tamanho e beleza.

Se você gostou das nossas dicas e quer saber mais sobre a região, baixe agora mesmo nosso E-Book sobre viagens de natureza do Chile!Guia de viagens de natureza do Chile 6 destinos para vivenciar novas experiências