O mundo é repleto de destinos incríveis para quem deseja conhecer novos lugares e não abre mão de criar memórias inesquecíveis. Se você tem esse espírito aventureiro, quer arrumar as malas e partir para uma nova viagem, você precisa pensar na possibilidade de fazer turismo na África. Certamente, as opções desse continente poderão lhe surpreender.

Afinal, ele é repleto de países imperdíveis e cheios de possibilidades de programas únicos que você precisa conhecer. Não tenha dúvida: suas terras lindas e extensas, a natureza exuberante e sua fauna incomparável marcarão para sempre a sua imaginação.

Ficou com curiosidade e quer conhecer os motivos para pegar o próximo voo para esses lugares? Então não deixe de conferir os 10 países que você precisa conhecer na África!

1. África do Sul

Não dá para falar em fazer turismo na África sem mencionar o país mais conhecido e desenvolvido da região: a África do Sul. Famosa por suas belezas naturais, pela figura marcante de Nelson Mandela e por já ter sediado uma Copa do Mundo, o lugar é simplesmente incrível e cheio de alternativas para agradar a todos os perfis de viajantes.

Cidade do Cabo

Turismo na África - Porque visitar Cape Town

Uma das principais cidades é Cape Town, com sua mistura interessante de praias, bons restaurantes e muitas atividades para se fazer. De fato, você precisa separar pelo menos alguns dias para conhecer seus bairros charmosos. Inclusive, saiba que lá o transporte público funciona muito bem, embora alugar um carro seja mais prático.

Outro ponto alto dessa nação é a sua estrutura para safáris, que estão entre os melhores e mais bem organizados do continente. São várias reservas naturais e parques nacionais com a presenta pujante dos animais selvagens africanos, como leões, girafas, rinocerontes e elefantes. A acessibilidade é melhor por meio do aeroporto de Joanesburgo.

Se você tem espírito de explorador, é interessante também conhecer as cada vez mais famosas “The Cango Caves”, que se trata de um local repleto de grutas enormes e misteriosas, além de formações rochosas antigas que dão a sensação de que você está voltando no tempo. São como um cenário cinematográfico perfeito!

Rota Jardim

Por falar nisso, um ponto forte que permite que você tenha excelentes recordações cinematográficas são as suas estradas largas e sem buracos, que não devem nada às rodovias europeias. Duas delas merecem destaque: A famosa Rota Jardim que segue sentido litoral sul e alterna belas paisagens litorâneas com vinícolas e a Chapman’s Peak Drive é uma das mais badaladas, conhecida tanto por conta da sua sinuosidade como por ser considerada a mais bonita da Terra!

Também não podemos deixar de citar os mergulhos com tubarões brancos em gaiolas, que fazem a cabeça de muitos aventureiros pelo mundo. Você provavelmente já tenha visto algum documentário ou reportagem sobre o tema, mas acredite: eles são ainda maiores e mais assustadores ao vivo. Um programa mais pitoresco do que o outro!

Pacotes de viagem para África do Sul

2. Namíbia

Namíbia - Turismo na áfrica

A Namíbia pode ser um destino um pouco menos conhecido do público comum, mas você jamais pode descartar as belezas desse pequeno país quando estiver pensando em fazer turismo na África. Repleto de cenários impressionantes e pitorescos, esse é um local que você definitivamente precisa conhecer um dia.  

Sossusvlei

No sul dessa nação, fica o Sossusvlei, um dos cenários mais estranhos e belos que você pode imaginar. É por lá que fica um dos desertos mais secos do mundo, com suas dunas douradas que alcançam mais de 300 metros de altura e formam alguns dos efeitos de sol e sombra mais alucinantes da natureza.  

Ao contrário do que pode parecer, por ali também são encontradas centenas de acácias secas, que estão nesse lugar há mais de 500 anos. Isso ocorreu porque a falta de umidade preservou essas árvores completamente intocadas, o que torna a experiência de caminhar por entre elas memorável.

A propósito, você gosta ou já ouviu falar do Grand Canyon dos Estados Unidos? Então, saiba que é na Namíbia que fica o Fish River Canyon, o segundo maior do mundo. O cenário fica ainda mais interessante se você levar em conta a grande probabilidade de você ser o único turista por lá. Ficar sozinho em uma paisagem tão brutal e colossal é uma experiência rara, bela e assustadora.

Safáris

Uma vez presente no continente africano, a Namíbia também acaba sendo um destino ótimo para safári. São multidões de animais que vão convergindo naturalmente para os pequenos açudes existentes por entre quilômetros e quilômetros de faixas de areia. Isso sem falar que você pode fazer belos avistamentos nos arredores do Fish River Canyon.

Além disso, esse país é um mix cultural instigante, onde se falam os mais diversos idiomas, como o inglês, o africâner e outras línguas africanas nativas. A colonização alemã explica um pouco da surpreendente qualidade de vida dos habitantes. Ainda assim, esse destino ainda é pouco explorado pelo turismo.

Pacotes de viagem para Namíbia

3. Ruanda

Você provavelmente já tenha ouvido falar de Ruanda por conta de problemas ocorridos no passado, que foram muito explorados em filmes de Hollywood. No entanto, não se engane: o país tem muito mais a oferecer e esses dias difíceis estão fazendo cada vez mais parte de um passado distante e bastante diferente.

Situado entre as bacias hidrográficas do rio Congo e do extraordinário rio Nilo, que corta suas terras de norte a sul, essas terras também são repletas de lagos, sendo o maior deles o lago Kivu. Com sua profundidade máxima de 480 metros, está entre os 20 mais fundos do mundo. Você certamente não imagina isso, não é mesmo?

Tendo em vista ainda que as montanhas dominam a porção central de Ruanda, elas também atraem muitos turistas em busca de aventura. O Monte Karisimbi, por exemplo, é o ponto mais alto do país e tem impressionantes 4.507 metros de altura. Já a parte ocidental fica na ecorregião das florestas montanhosas de Rifte Albertine, com altitudes um pouco mais discretas.

O grande diferencial de Ruanda, inegavelmente, se dá pela diversidade de mamíferos de grande porte. Eles podem ser encontrados em praticamente todo o território, mas sobretudo nos três Parques Nacionais, que são considerados como áreas de conservação. Uma boa pedida, principalmente se você tem interesse em elefantes e girafas.

Gorilas da Montanha

Turismo em ruanda além dos gorilas

Mas o que chama mesmo a atenção de todos são gorilas da montanha e estima-se que um terço da população mundial da espécie se encontra ali. São animais muito grandes e interessantes, com uma inteligência surpreendente, apesar de serem selvagens. Eles fazem companhia a outros primatas, incluindo chimpanzés e macacos arborícolas.

Para os mais urbanos, Butare representa uma verdadeira incubadora de talentos e cultura. É por lá que fica o famoso Museu das Tradições, local de escolha para os apaixonados pelas artes. Por lá, é possível ver algumas das mais belas obras de artesanato de arte nacional, além das admiráveis cabanas tradicionais e instrumentos da vida cotidiana.

Pacotes de viagem para Ruanda

4. Botswana

Botswana é um país situado logo ao norte da África do Sul e como não poderia deixar de ser, também é um destino clássico para os amantes de safáris. Cercado entre bacias hidrográficas imponentes e belas, a natureza do local é extremamente variada e exuberante, como costuma ser praxe nesse impressionante continente.

Delta do Okavango

Uma das suas atrações mais visitadas e bonitas é o delta do Okavango, que conta com paisagens únicas que podem ser visitadas por meio de pequenos barcos a remo. O país também possui uma das maiores manadas de animais de caça do continente africano, como elefantes, leões e babuínos.

Como essas terras se encontram mais afastadas das rotas conhecidas de safáris, a sua fama é de proporcionar reservas e passeios mais selvagens, sofisticados e, logicamente, dispendiosos. No entanto, isso não quer dizer que não exista uma incrível infraestrutura para receber os turistas, com bons hotéis, bares e restaurantes.  

Uma experiência única é pegar um barco para ver o pôr do sol e observar os elefantes nadando nos rios: é simplesmente esplêndido! É comum também que os visitantes acampem em campings abertos e sem cercas, que possibilitam um contato direto com a vida selvagem intocada. Definitivamente, uma experiência inesquecível.

Deserto do Kalahari

Já o conhecido Kalahari é uma área remota que se estende por mais de 50 mil quilômetros quadrados, sendo que a maioria dessas terras é completamente inacessível. Inclusive, já era inacessível para o público há alguns anos. O quadro vai mudando, especialmente em razão da variedade da fauna, incluindo guepardos, leões, gnus e girafas.

Mais ao norte dessa região se localiza o deserto de sal, com seus impressionantes 65 milhões de anos e o milagre de ainda estar praticamente intocado pela ação humana. A melhor época para ir é no inverno, que tem dias ensolarados e noites mais frias. No verão o clima é muito úmido e o calor é forte, podendo atrapalhar os seus passeios.

5. Quênia

Para conhecer o Quênia com maestria você precisa começar explorando a sua capital, chamada de Nairóbi. Muitos consideram essa cidade como a mais cosmopolita do leste da África e isso é ótimo para os turistas que gostam de comprar nas lojas, mercados e restaurantes dos locais de visitação.

Há um forte destaque para a culinária africana, que vem despertando a curiosidade de chefs de todo o mundo por conta da sua infinidade de frutas exóticas e temperos exclusivos. Os grandes edifícios e a efervescência cultural do município não impedem que o pais seja lembrado pela vocação tradicional do turismo do continente: os safris.

Em poucos quilômetros, é possível dar de cara com enormes leões e girafas. No mundialmente renomado David Sheldrick Wildlife Trust, você pode conhecer o magnífico trabalho de resgate e reabilitação de filhotes órfãos de elefantes e de rinocerontes, que são espécies ameaçadas de extinção. Você pode até dar mamadeiras para os “bebês”.

Safári na África uma boa maneira de fazer Turismo na áfrica

Já a Reserva Florestal de Karura é interessante por se tratar de uma floresta urbana, que dista apenas alguns minutos do centro da capital. É uma excelente escolha para caminhadas, trilhas, atividades ao ar livre, além de um lindo passeio de bicicleta. Por ali existem lagos, cavernas e quedas d’água. Caso você queira se aprofundar, o ideal é contar com um guia.

Trekking

Aproveitando o ensejo de visitante aventureiro, os praticantes de trekking também encontram abrigo e boas alternativas no país. O monte Quênia, por exemplo, é o segundo ponto mais alto do continente africano e possui trilhas bastante íngremes que podem fazer com que você desafie os seus limites.

Vale atenção especial para o que os locais chamam de “Grande Migração”, que é realizada por gnus e zebras anualmente no Parque Nacional Masai Mara. Se você tiver interesse, essa também pode ser uma oportunidade de conhecer as tribos e a cultura Masai Mara, uma escolha certeira se você estiver à procura de maiores interações com essas raízes culturais.

Pacotes de viagem para o Quênia

6. Tanzânia

Quem encerra essa lista de turismo na África com todo o garbo e elegância é a Tanzânia. Um país repleto de incríveis belezas naturais. Como se não bastasse, os visitantes podem encontrar um número imenso de atividades interessantes. Tem para todo tipo de perfil de turista passar dias inesquecíveis.

Turismo na áfrica - Tanzânia

Parque Serengeti

Apenas chegar ao mundialmente famosos Parque Serengeti já seria uma sensação e tanto, mas o fato é que o local oferece e proporciona muito mais. Com efeito, o acesso já é uma aventura e costuma ser feito por meio de um pequeno avião monomotor de 12 lugares, que vai parando em diversos parques. Você já chega cansado e encantado.

A experiência é espantosa e você se encontra no meio daquela imensidão, com milhares de animais selvagens à sua volta. Mais uma vez, você se deparará com a inusitada fauna do continente, com gnus, hienas, leões, zebras, elefantes e crocodilos. Há a opção de fazer um sobrevoo de balão e ter esse impressionante visual do alto.

Monte Kilimanjaro

Arusha é a cidade mais turística do país e está situada próxima ao Monte Kilimanjaro. É por lá que você vai achar as melhores agências de viagens se pretende fazer trekking ou subir a impressionante e linda montanha. Mas lembre-se: por mais que haja estrutura e experiência, essa não é uma aventura fácil e recomendamos que contrate apoio especializado. Saiba mais sobre esta escalada no post específico sobre Kilimanjaro.

A ilha de Zanzibar é um dos mais importantes destinos da região. Fica cheia de visitantes em busca de suas praias paradisíacas para curtir um banho de mar ou fazer snorkel. Também é um destino muito procurado por praticantes de kitesurf, pois o vento ali é muito forte, sobretudo no verão.

Pacotes de viagem para Tanzânia

7. Etiópia

Infelizmente, a Etiópia acabou sendo relacionada a situações bem tristes, como a fome e a pobreza. Mas o que muita gente não sabe é que há muita riqueza histórica e cultural, além de muita beleza e vários atrativos turísticos no país. 

A Etiópia é um dos países africanos mais diferentes, e com características únicas! É o único do continente que não foi colonizado e há quem diga que foi ali onde a humanidade começou. Além disso, eles seguem um calendário e um sistema de horários diferente.

Reserve uns dois dias para conhecer a capital etíope, Addis Ababa, e depois aproveite para explorar o interior do país, onde há várias cidadezinhas, igrejas e lugares sagrados. E, claro, não deixe de provar a culinária etíope e não perca a oportunidade de conhecer os habitantes do país, que são pessoas muito alegres e hospitaleiras.

Igrejas Escavadas de Lalibela

Uma das principais atrações do país são as Igrejas Escavadas de Lalibela, que foram — de cima para baixo — esculpidas em grandes rochas. Elas estão há pouco menos de 700 km da capital Addis Ababa e, no total, há um conjunto de 11 igrejas e um mosteiro.

Elas foram construídas por ordens do Rei Lalibela, quando a cidade sagrada de Israel era tomada pelos árabes e os cristãos não podiam entrar lá. A ideia do rei era que as igrejas escavadas se tornassem um local sagrado para os cristãos. Hoje, o local é reconhecido como Patrimônio Cultural da Humanidade, pela UNESCO.

O que não faltam são lendas bem curiosas em relação a estes locais. Acredita-se que foram necessários mais de 20 mil homens para construir as igrejas ao longo de 23 anos, e que eles trabalhavam de dia enquanto os anjos trabalhavam durante a noite. 

Também há quem diga que São Jorge fez uma visita ao Rei Lalibela para reclamar que não havia nenhuma igreja em sua homenagem. Depois disso, o rei mandou construir a maior e mais bonita para ele!

8. Seychelles

Seychelles é um país ainda pouco conhecido pelos brasileiros, talvez por ser tão pequeno que mal aparece nos mapas. Ele é composto por 115 ilhas, que possuem praias maravilhosas. Areia branca, mar azul-turquesa e o típico cenário que muitos chamam de paraíso! Além disso, está entre os cinco países africanos com maior IDH — e está na frente do Brasil no ranking global.

Sua ilha principal se chama Mahé, e lá está a capital do país, Victoria. Não há muitas atrações turísticas por lá, mas o destino é apaixonante para quem gosta muito de praia. É uma opção incrível para quem quer fugir de destinos mais populares como as Maldivas.

9. Madagascar

Madagascar é uma ilha africana e foi um dos últimos países a começar a ser habitado por humanos. Estima-se que seus primeiros habitantes apareceram por lá há cerca de 2 mil anos, o que é muito pouco se comparado com outros países.

São mais de 5 mil quilômetros de litoral, e várias pequenas ilhas ao redor da principal. Sua capital se chama Antananarivo, e possui algumas atrações bem interessantes como palácios, jardins botânicos, lagos, sítios arqueológicos e muito mais!

Alameda dos Baobás

A Alameda dos Baobás fica na região de Menabe, na parte ocidental de Madagascar. Em uma pequena estrada de terra há um conjunto das árvores que dão nome à alameda, formando um visual lindo. O pôr do sol ali é um dos mais espetaculares do mundo e é o principal fator que atrai turistas até ali!

O mais legal é que as árvores são tão alinhadas que parecem ter sido plantadas. Durante a temporada de chuvas, que ocorre entre novembro e março, forma-se um pequeno lago na frente dos baobás, o que faz com que o cenário fique ainda mais bonito, quando as árvores refletem no lago.

10. Zâmbia

Victoria Falls

Victoria Falls, ou Cataratas Victoria, é considerada a maior queda d’água do mundo, e está localizada na fronteira entre a Zâmbia e o Zimbábue. É, com certeza, uma das principais e mais grandiosas atrações de ambos os países. Um destino perfeito para quem curte um pouco de aventura e quer conhecer uma das 7 maravilhas naturais do mundo!

Estando na Zâmbia, aproveite também para fazer um safári, visitar parques nacionais e admirar tanta riqueza natural e cultural!

Esses são alguns dos países na África que você não pode deixar de conhecer ao fazer turismo no continente. Gostou desse conteúdo e ficou interessado em fazer esses passeios? Então, nos siga nas redes sociais para mais dicas como essas! Estamos no FacebookInstagram e YouTube.