Em mais de 25 anos conduzindo as pessoas pelos mais bonitos recantos naturais do planeta, reparei que invariavelmente as pessoas se sub estimam. Principalmente quando o assunto é fazer trilha. Elas acham que não são capazes de realizar determinada atividade e muitas vezes sequer conseguem se imaginar realizando longa caminhada como a trilha Guiné – Capão.

No entanto, a boa notícia é que no final do dia todos sempre conseguem e descobrem que para viver experiências legais em um dia ou mesmo na vida, basta dar o primeiro passo! 

Este vídeo faz parte da série que “Conta Tudo” sobre a Chapada Diamantina.  Uma informação importante para quem não viu o primeiro vídeo, que fala de logística de roteiros, é que este passeio é perfeito para quem esta se deslocando da parte sul para a parte norte do Parque ou vice-versa. Acompanhe abaixo as dicas! 

Trilha Guiné – Capão, Chapada Diamantina

“Olá, eu sou Jota Marincek contando tudo sobre a trilha Guiné – Capão, na Chapada Diamantina, Bahia. 

A trilha Guiné – Capão tem 18 km de extensão e proporciona algumas das mais belas paisagens da Chapada Diamantina.

Lá de cima dá para avistar o coração do Parque nacional da Chapada Diamantina. É nesta trilha que você pode ver a região do Vale do Pati. Se você nunca fez uma trilha tão longa, esta é uma excelente oportunidade para experimentar. 

Na primeira parte do trajeto tem uma subida acentuada para alcançar a parte de cima dos morros tabulares que existem na Chapada Diamantina, mas dali para a frente é tudo plano, com uma descida suave e constante até chegar no Vale do Capão.

É um passeio para ser feito tranquilamente ao longo de todo dia e é importante começar bem cedo para evitar de pegar o sol forte logo no começo, na subida do Guiné. Depois, na parte plana é tudo mais tranquilo.

Agora, a dica para aqueles que não estão dispostos a fazer a trilha longa, mas querem participar e ver um pouco deste visual é fazer a trilha Guiné – Capão curta.

Em pouco mais de uma hora ela leva a pessoa da parte oeste do parque para o Vale do capão (e ainda passa em cachoeiras e poços para banho), facilitando em muito a logística de passeios para os dias subsequentes. 

Lembrando ainda que esta trilha também pode ser feita no sentido inverso, levando quem está no Vale do Capão para o Guiné e de lá por carro até a cidade de Muvcugê, Igatu ou Ibicoara, na parte sul do Parque.

É isso aí. A venturas Viagens contando tudo sobre a trilha Guiné – Capão, na Chapada Diamantina.”

Pacotes de viagem para Chapada Diamantina

Agradecimento especial ao Lucas e a Camila Jasper pela dedicação e empenho na produção desta série!

Produção de vídeo: We Upp

Produção executiva: Camila Jasper

Direção e edição: Lucas Jasper

Animação de mapas: Luis Alberto Miranda