Brasil é, sem dúvidas, um dos melhores lugares do mundo para investir no turismo de natureza. Seja para desfrutar com a família, com amigos ou individualmente, o que não faltam são opções de destinos, já que contamos com diferentes recursos naturais e paisagens urbanas.

Os destinos brasileiros incluem praias paradisíacas, serras, rios, cachoeiras e, ainda, muita arquitetura, cultura e arte com várias histórias para contar. Cabe ao viajante escolher aquele que mais o agrada e partir para a diversão.

Você está curioso para conhecer mais sobre os tipos de turismo de natureza e quais são os melhores destinos para isso? Continue a leitura!

Turismo de natureza e sua importância

Ao contrário do que muitos pensam, não é necessário ser um exímio esportista ou ter uma larga experiência em esportes para poder se aventurar pelas incríveis atrações naturais Brasil afora. Existem empresas especializadas nesse tipo de turismo que dispõem de locais apropriados para receber turistas oriundos do mundo inteiro. E o melhor: proporcionam estrutura suficiente para dar o conforto garantido sem abrir mão da diversão e da aventura.

O turismo de natureza está intimamente ligado ao desenvolvimento da região local já que, com a promoção de atividades turísticas, a região acaba por receber investimentos e capital para o incremento e a expansão da economia e do comércio, por exemplo.

Além disso, o turismo de natureza é responsável pela valorização do patrimônio cultural brasileiro, já que o Brasil é repleto de histórias e cultura ímpar. Esse tipo de turismo também incentiva práticas sustentáveis ao meio ambiente e desenvolvimento da conscientização quanto à importância do ecossistema equilibrado.

Temos uma região imensa de florestas intocadas, de fauna e flora riquíssimas e diversificadas. O contato com esse meio ambiente desperta nos viajantes um sentimento de respeito, bem-estar e a sensação de todos estarem conectados em um só lugar, que deve ser protegido.

Turismo de aventura

O turismo de aventura envolve atividades desafiadoras, porém com risco controlado. Pode ser praticado em ambientes naturais, rurais ou até mesmo urbanos. A ideia é que a pessoa, em grupo ou não, possa superar os próprios limites. O turismo de aventura busca um maior e mais saudável contato com a natureza e com o espaço em que vive.

Entre as atividades desse tipo de turismo podem ser mencionadas: cavalgada, rapel, voo livre, cicloturismo, rafting (descida de rios com corredeiras em botes de borracha), canoagem, mergulho e o trekking (caminhada com equipamentos especiais para conhecer e desbravar florestas, montanhas e dunas de areia), entre outras.

Turismo sustentável

O termo turismo sustentável requer que as atividades realizadas tenham como característica o respeito à natureza e à cultura local, sem deixar de ser economicamente viável para todos.

A prática desse tipo de turismo de natureza tem como objetivo não apenas a harmonia com o meio ambiente, mas a realização de ações que visem à economia de recursos naturais, preservação de biodiversidade, capacitação de moradores locais para trabalhar com turismo e o crescimento econômico da região.

Um bom exemplo de local que conta com o turismo sustentável é o Vale do Pati, na Chapada Diamantina. Guias, carregadores e famílias inteiras retiram seu sustento da atividade turística existente naquele ambiente.

Ao longo das últimas duas décadas a iniciativa privada vem trabalhando em parceria com a comunidade local, capacitando nativos para receber, conduzir, hospedar e alimentar turistas em busca de um contato mais próximo e autêntico com a natureza. Por este trabalho, a Venturas recebeu prêmios do Ministério de Turismo e da BRAZTOA (Associação Brasileira de Operadoras Turísticas) e disponibiliza regularmente pacotes de viagem para o Vale do Pati.

As famílias do Vale do pati foram capacitadas ao longo dos anos e hoje vivem do turismo
As famílias que antes possuíam atividades mais impactantes no meio ambiente, hoje recebem turistas para refeições, pernoites e interação experiencial.

Ecoturismo

O ecoturismo combina a realização de atividades cujo impacto seja o menor possível para a natureza com a construção de uma consciência ecológica e ambiental nos turistas.

Com grande potencial para o ecoturismo, o Brasil apresenta oportunidades diversas para quem se interessa por essa modalidade de turismo de natureza, já que possui belezas naturais, como rios e mares, e construções arquitetônicas únicas.

Turismo educacional ao ar livre

O turismo educacional, também conhecido como turismo pedagógico, ocorre por meio de viagens voltadas, principalmente, para estudantes. Tem o intuito de ajudar a criar um sentimento de interação com o meio ambiente e a produzir conhecimento com a vivência na prática, fora da sala de aula.

Geralmente, são escolhidos locais ao ar livre, que guardam interdisciplinaridade com o que vem sendo estudado pelos alunos, como matérias de Biologia e Geografia, por exemplo. É considerado um método de turismo diferenciado, já que alia conhecimento, consciência e diversão.

Destinos para a prática do turismo

Pantanal

O Pantanal é considerado um Patrimônio Natural Mundial. Seu bioma é formado por uma rica fauna e flora e espécies de animais que convivem em perfeita harmonia com o meio ambiente. A vegetação é composta por cerrado, caatinga, mata atlântica, entre outras. Há espécies animais raras e outras que se encontram ameaçadas de extinção. O Pantanal é uma imensa planície que fica inundada na época de chuvas, tornando-se um verdadeiro pântano.

O turismo nessa região é muito famoso. Engloba passeios para observação de espécies animais, conhecidos como safáris, cavalgadas pelas planícies, caminhada nas florestas e passeios de barco ou de lancha.

Jalapão

O Jalapão é um dos principais destinos do ecoturismo do país. Localiza-se em uma região de transição entre o cerrado e a caatinga e possui inúmeras áreas de preservação ambiental. Esse local apresenta cachoeiras, fervedouros, rios e dunas douradas que proporcionam um espetáculo fantástico no pôr do sol.

No Jalapão há incríveis quedas d’água que favorecem a prática de rafting. Também é comum a observação de animais por meio do safári e a prática de esportes ao ar livre, como tirolesa.

Bonito

Bonito é um destino famoso devido às espécies animais raras e o contato direito com a natureza. Em Bonito os turistas podem mergulhar e fazer passeios de flutuação em rios, cavalgadas nas planícies que se perdem de vista e conhecer lugares que parecem permanecer intactos, como o Rio Sucuri e a Gruta do Lago Azul.

Além disso, é possível se aventurar no rapel negativo por entre abismos e grutas e também praticar arvorismo em florestas ainda pouco exploradas.

Patagônia

A Patagônia, localizada entre o Chile e a Argentina, é uma área repleta de geleiras com paisagens surreais de tirar o fôlego. É um destino muito escolhido para quem gosta de apreciar a natureza e não tem problemas com o frio.

Muito conhecida por praticantes de trekking, é repleta de muitas trilhas desafiadoras com caminhadas sobre o gelo que levam até lagunas encantadoras e glaciares impressionantes. É um ótimo lugar para o turismo de natureza.

Existem inúmeros tipos de turismo, nosso país é repleto de lugares com infinitas possibilidades de lazer. Se você tiver condições, pode também curtir o turismo de natureza fora do Brasil. Cabe a você escolher aquele que mais tem a ver com seu estilo e com o seu objetivo no momento.

E então, o que achou dos diferentes tipos de turismo de natureza que apresentamos? É uma boa opção para programar as próximas férias, não é mesmo? Caso queira aprender mais sobre o turismo de natureza e segurança, leia o artigo que preparamos especialmente para você!