Viajar com crianças é uma delícia. Com os filhos já mais velhos também. Nada mais delicioso que passar bons momentos ao lado das pessoas que você ama, mas  quando a viagem é com filhos, pode requerer alguns cuidados extras.

É importante seguir algumas orientações que deixarão a experiência mais alegre e divertida, agradando todas as idades. Por isso, hoje, vamos apresentar dicas para tornar mais interessante a experiência de viajar com crianças e adolescentes.

Viagens divertidas e sem estresse com filhos em qualquer idade:

Cada idade tem seu prazer, mas não há nada melhor que unir o útil ao agradável, atendendo as necessidades e expectativas de cada um, evitando momentos desagradáveis. Sendo assim, é importante criar cumplicidade com seus filhos, viajando para lugares onde a conexão será primordial.

O contato com a natureza permite está união, pois os lugares oferecem distrações e ar fresco, acalmando a mente e melhorando a qualidade de vida ( veja artigo aqui). Além disso, não há quem resista a um belo banho de cachoeira e mar ou cantigas em volta de uma fogueira.

São diversos lugares que proporcionarão tudo que sua família precisa, criando uma sensação de bem-estar e liberdade. Quer aprender a viajar com crianças de forma tranquila e evitando possíveis problemas? Confira as dicas do nosso post de hoje!

Dicas para viajar com crianças e adolescentes

1.    De 0 a 4 anos:

Viajar com os filhos pequenos pode se tornar um problema, principalmente se a viagem escolhida não for adequada. Tudo começa com um bom planejamento. Não há idade mínima para se viajar, contudo, quanto mais novo for seu filho, mais cuidados eles necessitam.  

Caso você opte por viajar de avião, procure sincronizar os voos com os horários de sono de seu filho e escolha sempre poltronas mais confortáveis e espaçosas. Se a criança tiver até 2 anos, é possível viajar no colo. No entanto, para trajetos longos, isso pode ser desconfortável para você e para o bebê. Você pode reservar um berço a bordo, pagando a taxa e fazendo a solicitação até 48 horas antes, via telefone. Assim, todos terão uma viagem agradável.

Não se esqueça do carrinho de mão e do alimento do seu filho, afinal, qualquer que seja o destino, uma hora sua criança precisará se alimentar e descansar.

Destino sugerido:

Península de Maraú é indicação de viagem com crianças
Além de mar, tem lagoa para se divertir!

Manter uma ligação com a natureza desde pequeno é importante para o desenvolvimento, mas é fundamental verificar um local que ofereça os cuidados que seus filhos precisam. A exposição ao sol e a alimentação devem estar de acordo com a idade deles. Assim, um parque que seja rico em natureza ou uma praia com cabanas e pousadas com muito verde em volta pode ser ideal para seus pimpolhos e para você. Bons exemplos de lugares como este é a Península de Maraú ou mesmo outras praias da Bahia, que além de paisagens incríveis, é um lugar que oferece cultura e diversão.

2.    De 5 a 8 anos:

Nesta faixa etária, as crianças conseguem interagir mais com o meio ambiente e com as pessoas. Além disso, elas possuem mais resistência para enfrentar viagens longas, ampliando o leque de opções.

Neste caso, faça com que elas participem do processo da viajem, incluindo a escolha do local e o planejamento de cada etapa. Também é importante interagir com elas durante a viagem e levar algum entretenimento para que o passeio não se torne entediante.

Destinos Sugeridos:

Com esta idade, os filhos já conseguem absorver boas recordações e adquirir um senso cultural maior. Por isso, escolha ambientes que proporcionem boas emoções e aprendizados.

Os hotéis mais bem estruturados em meio a Natureza são boas escolhas. Além da diversão e do contato com o meio ambiente, eles também oferecem passeios onde seu filho poderá se relacionar com outras crianças. A melhor opção é escolher um que esteja próximo a ambientes que permitem expedições. Em Bonito (MS) tem o Zagaia Ecoresort  e no Pantanal a sugestão é o Refúgio Ecológico Caiman.

3.    De 9 a 12 anos:

Toda viagem com a família pode se tornar uma experiência inesquecível, mas à medida que os pequenos vão crescendo, a diversão e os passeios vão se ampliando e os lugares podem se tornar mais aventureiros. Neste caso, a viagem pode ser mais instrutiva, apresentando cada parte da viagem.

Destinos sugeridos:

Passeio  na Amazônia sugerida crianças de 09 a 13 anos
Passeio de canoa em família na Amazônia

Uma boa ideia são lugares com mais acesso a natureza e outros modos de vida. O que você acha de fazer pacotes em regiões que proporcionem grande interação com ambientes naturais ou culturas diversas? A Amazônia se encaixa perfeitamente para uma viagem nesta faixa etária no Brasil, mas você também pode ampliar os horizontes das crianças em viagens internacionais. Basta escolher um destino que acrescentará riqueza para eles. Uma boa pedida  Galápagos no Equador, que ao mesmo tempo proporciona contato com a cultura Inca em Quito e natureza exuberante em Galápagos.

4.    De 13 a 16 anos:

A adolescência pode ser uma fase difícil para os filhos e para os pais, pois os jovens querem independência e autonomia que muitas vezes prejudicam um passeio. Por isso, é importante averiguar as vontades dos seus filhos e criar momentos de interações, conhecimentos e aprendizagem.

Crie cumplicidade com eles, faça viagens para lugares que apresentem algum desafio ou escolha cidades ricas culturalmente, incentivando o contato com outros povos.  

Destinos sugeridos:

Que tal  lugares com caminhadas e cachoeiras? ão roteiros mais  dinâmicos, além de proporcionar momentos de integração e cumplicidade entre a família. O Jalapão, a Chapada  Diamantina  ou a Chapada dos Veadeiros serão inesquecíveis para toda família.

Momentos inesqueciveis de viagem em familia. Destino sugerido para 13 a 16 anos
Momento em família na Chapada Diamantina.

Se a opção for sair do Brasil e o obter uma visão rica sobre o mundo, Machu Picchu no Peru, seria a pedida certa. Além do contato com a fantástica cultura Inca que nos deixou um grande legado de conhecimento, ainda existe a possibilidade de fazerem a famosa Trilha Inca ou a Trilha de Salkantay em família. Cumplicidade para toda a vida!

5.    De 17 a 20 anos:

Essa faixa etária é ideal para lugares que representam parte da história da humanidade. Sente com seus filhos e faça com que eles ajudem a escolher o lugar. Dê mais autonomia a eles e permita que eles possam explorar as cidades e interagir com os nativos.

Destinos sugeridos:

Com esta idade qualquer lugar pode ser memorável e enriquecedor para todos. O importante é realizar passeios que permitam mais conectividade com a família, afinal, eles já não são mais crianças e geralmente possuem um círculo social diferente dos pais.

Fim de tarde na Baía de Halong, Vietnã
Entardecer na Baía de Halong, Vietnã.

Conheça praias ou ambientes que ajudam a praticar um esporte de aventura. Uma boa opção é  a “Rota das Emoções“, que faz um itinerário de carro 4 x 4 conhecendo Jericoacoara, Delta do Parnaíba e os Lençóis Maranhenses em uma mesma viagem. Se preferir viajar para fora do país, faça circuitos turísticos em cidades que possuem atrações artísticas. Incentive a música, o teatro, arte e a história em geral, levando seus filhos a locais diferentes e surpreendentes. Se as finanças permitirem, o sudeste asiático é uma ótima alternativa. Países como Camboja, Vietnã, Tailândia e Myanmar ou ainda os países na região do himalaia como Nepal, Butão, poderão ser enriquecedores para toda a família. 

Cuidados extras para viajar com crianças pequenas 

Agora que você já tem a lista de indicações de destinos de viagens por faixa etária, veja alguns cuidados extras para viajar com crianças pequenas.

Saiba como lidar com imprevistos

Imprevistos sempre podem acontecer e não há como fugir deles. Então, é importante estar preparado e saber lidar com situações inesperadas para resolvê-las rapidamente e seguir a viagem com tranquilidade. O mais importante nestas horas é jamais perder o bom humor e manter a calma para encontrar uma solução. As crianças precisam ter certeza de que os pais estão tranquilos para se sentirem seguras. Esteja preparado para contornar uma chuva inesperada ou um voo atrasado, por exemplo, e viaje sem perrengue!

Planeje a mala da criança

Se um adulto esquece de colocar algo importante na mala, é fácil improvisar e encontrar uma solução para substituir esse item. No caso das crianças, a mala tem que ser pensada e preparada com mais atenção: afinal, os pequenos requerem cuidados especiais.

No entanto, isso não significa que você precisa levar a casa toda. Lembre-se  que ao viajar com crianças, você terá de se responsabilizar por carregar a bagagem delas. Uma dica é levar os pertences de seu filho dentro da sua mala. Assim diminui a quantidade de volumes a serem transportados.  Comece a planejar a mala com antecedência e confira tudo antes de sair.

Não esqueça um pequeno kit de primeiros socorros e alguns brinquedos pequenos. Livros infantis, gibis ou passa-tempos são úteis para os deslocamentos em viagem. 

Conte com uma agência de viagens para viajar com crianças tranquilamente

Planejar uma viagem não é algo muito difícil, mas é preciso pensar em muitos detalhes para que nada dê errado. Para viajar com crianças, esse cuidado se multiplica, e os pais têm muito mais coisas para se preocupar.

Portanto, contar com a ajuda de uma agência de viagens pode facilitar tudo. Assim, o passeio será mais tranquilo e você terá uma boa ajuda com todas as etapas do planejamento. É muito importante contar com o apoio de quem não só entende de organização, mas também conhece muito bem sobre vários destinos de natureza e pode oferecer todos os roteiros sugeridos acima. Se optar pela ajuda de uma empresa especializada na organização de sua viagem em família, consulte o site da Venturas Viagens.

Se você chegou até aqui e segue interessado no tema viagem com filhos, vale a pena dedicar mais um tempinho para ver o depoimento da Cláudia Pasqualini:

Se as nossas dicas foram úteis e, agora, você se sente mais seguro para viajar com crianças, siga-nos nas redes sociais e acompanhe sempre muitas dicas interessantes como as deste post!